terça-feira, 2 de agosto de 2011

Alimentação x Labirintite

           Ao passarmos por uma situação estressante, nosso corpo sempre responde de alguma forma. Você já percebeu que o corpo “adora bater um papo”? Pois é, após um dia intenso de trabalho, surge um dor de cabeça, ou antes de uma situação importante a dor de estômago ataca.  O corpo sempre colabora conosco e está disposto a nos mostrar o bem ou o mal que estamos fazendo com ele, só nos resta ouvir o que ele tem a nos dizer.

           

Tonturas

            Um sintoma muito comum são as tonturas, a Labirintite. Mas afinal, o que seria exatamente essa tal de Labirintite?

            Labirintite nada mais é do que um distúrbio que acomete o labirinto, uma estrutura dentro da orelha. Nele estão localizados os responsáveis por reger nossos centros de equilíbrio e audição. Logo, quando seu funcionamento é prejudicado, essas funções entram em pane, resultando em tontura é acompanhada de um zumbido chato, surdez, náuseas, vômito, suor frio e palpitações.

            Ela serve como um marcador inicial para diversas doenças, no total são mais de 300 enfermidades. Funciona como um sinal de alerta. Portanto, se você apresenta algum sinal citado acima, não hesite em procurar uma ajuda. Preste atenção ao seu corpo, veja se sua rotina não está muito puxada, se seu nível de estresse não está muito elevado. Tente relaxar e cuide de sua alimentação!

 

 Alguns cuidados que melhoram a qualidade de vida do paciente que sofre de vertigens


1) Não fique mais de 3 horas sem se alimentar,
2) Corte maus hábitos, como o cigarro
3) Faça pelo menos 30 minutos diários de exercícios físicos, como uma caminhada por exemplo.
4) Evite o uso de açúcar refinado,
5) Beba pequenos gloes de água ao longo do dia. Tente chegar aos 2 litros diários,
6) Evite alimentos industrializados, com excesso de corantes e conservantes. Eles tendem a ser excitatórios,
7) Mastigue bem os alimentos,
8) Faça da refeição um momento de paz e tranqüilidade, não leve o estresse à mesa,
9) Evite o consumo exagerado de AÇÚCAR E SAL,
10) Evite consumo de bebidas alcoólicas,
11) Evite consumo e alimentos excitatórios, como café, chá mate, chocolate, pimenta, refrigerantes
12) Abuse de legumes, verduras e frutas, principalmente as ricas me potássio e magnésio como, a BANANA, ESPINAFRE,
13) Abuse também de leguminosas, como feijão, lentilha, ervilha, grão de bico
14) Prefira alimentos integrais aos “brancos”.


E o principal: Seja feliz, respeite seu corpo, converse com ele e perceba o bem que estará fazendo a você.

Ah, e logicamente, aqui somente passo dicas e orientações, mas SEMPRE busque auxílio de um profissional para analisar o seu caso especificamente. Ou entre em contato comigo, para um atendimento personalizado!!

Alimentos que favorecem ou prejudicam o quadro:



  
Referências:  

ALBERNAZ, P.L.M. Causas das vertigens e sintomas associados. In: GANANÇA, M.M. vertigem tem cura? O
que aprendemos nestes últimos 30 anos. 1. ed. São Paulo: Lemos, 1998. p.27-35

FERNANDES, J.G. Vertigens e Tonturas. In: DUNCAN et al. Medicina ambulatorial: condutas de atenção 
primária baseadas em evidências. 3. ed. Porto Alegre: Art-
med, 2004. p.1174-1180

2 comentários:

  1. Adorei as informações.
    Te agradeço! Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Estava tudo indo bem, até que encontrei esta "pérola": "Labirintite nada mais é do que um distúrbio que acomete o labirinto, uma estrutura dentro da orelha.". Dentro da orelha? Não seria dentro do ouvido??

    ResponderExcluir

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...