quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Os Benefícios da Sardinha

Sempre ouvimos falar muito sobre as propriedades benéficas dos peixes como o salmão, cavala, atum, etc…
As sardinhas são conhecidas também por conterem Omega-3 – que são as gorduras que podem proporcionar benefícios à saúde em geral, especificamente para o sistema cardiovascular, para os olhos, a pele e a saúde do sistema nervoso assim como para reduzir processos inflamatórios.

Omega3
No entanto, muitos dos peixes gordurosos, ricos em Omega-3, não são encontrados em grandes quantidades o que faz com que o excesso da pesca dessas espécies cause danos ao ecossistema, ou são criadas em cativeiro.

Sustentável
As sardinhas, principalmente por seu tamanho pequeno, são consideradas espécies sustentáveis e podem ser consumidas sem culpa.
Uma latinha de sardinhas fornece quase duas vezes a média de EPA e DHA combinados, recomendada para consumo diário.

Cérebro
As sardinhas incluem também outros nutrientes, necessários para a produção de neurotransmissores; substâncias químicas, que regulam os estados de ânimo e a função cerebral. Elas contêm ferro, magnésio, coenzima Q 10, vitaminas B, vitamina D, zinco e selênio.


Proteína
Fora que nesta lata de sardinha podemos encontrar 23 g de proteína, o que também podemos incluir no cardápio de praticantes de atividade física.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Os Benefícios do Açaí

É uma fruta típica da região  Amazônica, mas atualmente está sendo cultivado em outras regiões do Brasil.  Na Amazônia esta fruta é consumida pelos nativos com farinha de mandioca ou tapioca, o que tem a sua versão de gosto para o salgado. Esta versão pode ser consumida com peixes assados ou camarão.


Benefícios:
Muita atenção tem sido dada aos benefícios desta fruta.
Antioxidantes:
Tem uma alta capacidade antioxidante prevenindo doenças cardiovasculares, envelhecimento precoce,
Pele:
Previne o aparecimento de celulites, acne, melhora os aspectos da pele,
Imunidade:
Reforça as defesas do sistema imunológico,
Câncer:
Por ser fonte de vitaminas e minerais antioxidantes, atua na prevenção contra o câncer.
Intestino:
Ótima fonte de fibras, melhora o funcionamento do intestino, é ótimo para fornecer energia e aumentar a vitalidade e disposição.

Consumo:
Popularmente consome-se esta fruta na forma de creme ou suco adicionado de xarope de guaraná, banana e granola. Atualmente várias versões estão aparecendo como adição de granulado, chantily, marshmallow, balas, calda de sorvete, chocolate, entre muitos outros.
 Para que haja o benefício íntegro da fruta é necessária a diminuição destes adicionais porque eles não acrescentam benefícios e sim malefícios como altas quantidades calóricas, grande quantidade de açúcar que faz com que haja conversão rapidamente em gordura, prejudicam a absorção de vitaminas e minerais, atrapalham o controle da glicemia e outros.

Dica: Sugiro o consumo da polpa sem o xarope de guaraná, acrescido de banana ou melancia que são frutas doces e até mesmo a granola que é rica em fibras. Para dar consistência pode acrescentar aveia em flocos porque vai ficar bem cremoso e ainda vai diminuir a absorção de açúcar.

Sempre lembre que a orientação de uma nutricionista é muito importante!



quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Benefícios das Tâmaras

As tâmaras são geralmente consideradas um alimento de baixo índice glicêmico (IG). O índice glicêmico mede a rapidez que vários alimentos aumentam os níveis de açúcar no sangue. Alimentos integrais com alto teor de açúcar e fibras, como as tâmaras, possuem baixo índice glicêmico porque as fibras retardam a introdução de açúcar na corrente sanguínea evitando assim os insalubres picos de açúcar.

Lenta Absorção do CarboidratoA carga glicêmica (CG) mede o quanto sobe o açúcar no sangue imediatamente após o consumo de um alimento ou bebida. Quanto mais baixa a carga glicêmica, menos preocupação quanto aos picos de açúcar e a insulina correspondente.
Rica em Vitaminas e Minerais
Contendo sais minerais como cobre, potássio, zinco, magnésio, fósforo cálcio e ferro, vitaminas B (especialmente B6), vitamina K e vitamina A, as tâmaras são também carregadas de aminoácidos e fibras - tanto solúveis quanto insolúveis - podendo por isso ajudar a normalizar a função digestiva.
Saúde IntestinalTâmara contêm fibras insolúveis e solúveis, assim como muitos aminoácidos benéficos que podem estimular a digestão dos alimentos e torná-lo mais eficiente, o que significa que mais nutrientes serão absorvidos pelo trato digestivo e entra em seu corpo para uso adequado.

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Chá Mate! Benefícios e Malefícios!

O sedentarismo e alimentação extremamente calórica, pobre em micronutrientes, tornou a obesidade uma grande epidemia mundial. Em paralelo, há uma imposição de um padrão de beleza magro.

 Os chás são frequentemente apontados como mágicos redutores de peso e não como possíveis aliados dentro de um plano alimentar saudável.
Isso pode ser bom, mas em excesso ou se consumido de forma inadequado pode gerar prejuízos ao corpo.
Na realidade, não existe fórmula mágica para emagrecer de forma rápida, saudável e sem esforço.
Chás e ervas, como o mate e o chá verde, podem ter influências no metabolismo endógeno. Possuem substâncias que alteram todo o funcionamento do organismo, podendo ter efeito positivo ou negativo, a depender da situação.
Seu uso aleatório pode, além de não atender às expectativas, causar sérios prejuízos à saúde do consumidor.

O Chá mate pode ajudar a reduzir colesterol, melhorar quadro de diabetes, reduzir gordura corporal e ainda prevenir surgimento de doenças como o câncer. Mas lembrando que ele deve ser ndicado por profissionais competentes e aliados a mudanças de hábitos alimentares e de vida.

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Sorbet de Cenoura! Fácil, refrescante e Nutritivo!

A cenoura possui potássio, fósforo, cálcio e vitaminas B1 e B2 e é um dos vegetais mais ricos em β-caroteno, um pigmento lipossolúvel pertencente ao grupo dos carotenóides e que apresenta a maior atividade de pró-vitamina A, graças a sua estrutura cíclica b-ionona. O β-caroteno previne a degeneração macular, protege a pele contra a radiação solar UV, além de exercer efeito antioxidante, oferecendo proteção contra radicais livres e espécies reativas de oxigênio, impedindo efeitos deletérios como a peroxidação lipídica, danos às membranas celulares e ao DNA, câncer, aterosclerose e envelhecimento precoce. Um estudo mostrou que suco de cenoura associada com beterraba usado em pacientes com leucemia linfocítica crônica melhorou o apetite, provocou uma sensação de bem-estar geral e aumentou o vigor das atividades diárias. Além disso, o suco usado como um adjuvante a um dos remédios utilizados no tratamento resultou em uma redução substancial na contagem de leucócitos e linfócitos no sangue periférico e melhora em parâmetros bioquímicos relevantes.
A banana possui em sua composição minerais como cálcio, ferro, potássio e fósforo (estes dois últimos em maior concentração); vitaminas como A, B1, B2, B3 e ácido ascórbico em quantidades razoáveis. Ainda, possui frutooligossacarídeos (FOS), um oligossacarídeo com função prebiótica por alterar a microbiota intestinal, promovendo o crescimento de bactérias benéficas como Bifidobactterium e Lactobacillus, resultando em efeitos benéficos que incluem: inibição do crescimento de bactérias patogênicas; produção de ácidos graxos de cadeia curta; e redução do pH luminal, aumentando a absorção de minerais. Os FOS ainda normalizam a freqüência evacuatória e atuam na redução do risco e tratamento de doenças crônicas não transmissíveis, como hipertensão, dislipidemias e diabetes mellitus.
O limão e a laranja, além de serem fontes de vitamina C e potássio, apresentam fitoquímicos como os limonoides, que são capazes de induzir a atividade da enzima glutationa transferase e reduzir a toxicidade de substâncias mutagênicas.
A água de coco possui uma excelente capacidade de hidratação e reposição de eletrólitos, por ser fonte de potássio, sódio e cloreto. Além disso, contém outros minerais como cálcio, magnésio, ferro e cobre e vitaminas como as do complexo B (em menor quantidade) e ácido ascórbico.
Ingredientes:
3 cubos pequenos de água de coco congelada
1 banana prata bem madura congelada (com a casca)
3 colheres (sopa) cheias de cenoura ralada
1 colher (sobremesa) de suco de limão
1 pitada de raspas de casca de laranja
1 folha de hortelã (opcional)
Modo de preparo:
Descasque a banana, corte em rodelas e reserve. Triture os cubos de água de coco no liquidificador e logo em seguida acrescente a banana, batendo aos poucos no modo pulsar até formar um creme. Batendo ainda no modo pulsar acrescente, aos poucos, os outros ingredientes. Consumir logo em seguida.
Fonte: VPonline

Saúde dos Ossos, quais alimentos são Melhores

Conforme o corpo vai envelhecendo uma preocupação que surge é com relação a saúde dos ossos. A deposição de cálcio nos ossos não existe mais e se inicia a possível retirada desse cálcio dos ossos.

Por isso a alimentação passa a ser muito importante neste contexto. Ela irá ajudar a manter o cálcio nos ossos e reduzir o risco de osteoporose.

Mas o que devemos comer? Quando devemos comer? E como devemos comer?

Vamos entender isso agora?

Como muitos já sabem um dos passos necessários no combate a essa doença é a ingestão adequada de cálcio. 
O cálcio é um mineral chave na manutenção da saúde óssea, sendo encontrado principalmente em vegetais de folhas verdes escuras, como brócolis e couve, repolho, leite e derivados e queijo tofu. 
De fato, o leite de vaca é um alimento com grande quantidade de cálcio; no entanto a fração de cálcio que é absorvida pelo organismo é pequena.

Por outro lado, o brócolis e a couve, apesar de possuírem uma menor quantidade de cálcio em relação ao leite de vaca, este é muito mais facilmente absorvido pelo corpo humano

Ao contrário do que muitos profissionais de saúde pensam, estudos demonstram que a suplementação isolada de cálcio não é efetiva no tratamento da osteoporose, sendo necessária a presença de outras vitaminas e minerais para que este seja fixado nos ossos.

VItamina D
A vitamina D é uma vitamina que exerce papel fundamental na saúde esquelética. Pode ser encontrada em alimentos de origem animal como o ovo, peixes, leite e derivados. O corpo humano possui a capacidade de produzir vitamina D a partir da ação dos raios ultravioleta sob a pele. Após poucos minutos de exposição solar, a pele produz quantidades que excedem facilmente as fontes alimentares.

Magnésio
Além de formar a estrutura do osso, o magnésio aumenta o número de osteblastos (células responsáveis pelo aumento da densidade mineral óssea) e diminuem o número de osteoclastos (relacionados com perda de massa óssea). 
Fontes alimentares de magnésio são, principalmente, os vegetais folhosos verdes escuros, como o espinafre, rúcula e couve, e sementes oleaginosas como as amêndoas, castanhas e nozes.

Cobre e ZincoPara que ocorra a formação da trabécula e adequada mineralização óssea, além do magnésio são necessários outros nutrientes como cobre e zinco. A presença de cobre é importante para que haja incorporação do colágeno e da elastina à matriz óssea, enquanto o zinco aumenta os osteblastos e produção de colágeno. Frutos do mar como ostras e caranguejo, cereais integrais, e sementes oleaginosas são importantes fontes de cobre e zinco.

Fonte: VPonline

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Shake Proteína! Bom ou Ruim?

Hoje em dia existem várias marcas de shakes e várias promessas: perder peso, ganhar músculos, massa magra, melhorar o desempenho durante as atividades físicas… E o shake de proteína pode ser sim um aliado no ganho de massa magra, construção de músculos e até perda de peso. Não é errado fazer o seu consumo.

O errado é se esquecer que o shake deve ser usado como um complemento das proteínas que ingere, não como substituto de uma alimentação saudável!
O errado é fazer o uso sem o acompanhamento nutricional. É preciso lembrar que cada organismo é um, cada corpo reage de uma forma e o que faz bem para o outro, pode não ser tão bom para você. 

Ovos, por exemplo, também são ótima fonte de proteína (e bem mais baratos que os shakes!). É preciso saber o que funciona para o seu tipo de corpo, o seu estilo de vida.
O errado é acreditar que o shake é o caminho mais rápido para a transformação do seu corpo e se esquecer de que se não for combinado com uma dieta equilibrada e exercícios físicos, ele pode rapidamente levar ao ganho de peso devido ao seu teor calórico.
Como tudo na vida, o excesso de proteína não faz bem para a sua saúde, além do ganho de peso, pode causar vários efeitos colaterais, como desidratação, diarreia e náuseas.

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...